AGRICULTORES DE CUJUBIM RECEBEM PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

Hoje, 17 de janeiro, no auditório da Câmara de Vereadores, 40 agricultores familiares de Cujubim/RO receberam seus pagamentos por serviços ambientais. Pagamento por serviços ambientais é o reconhecimento através de remuneração financeira a iniciativas individuais ou coletivas que podem favorecer a manutenção, a recuperação ou a melhoria dos serviços ecossistêmicos (aqueles produzidos pela natureza, como água para as chuvas, produção de oxigênio, estocagem de carbono e conservação da biodiversidade), por aqueles que promovam ações legítimas de preservação, conservação, recuperação e uso sustentável de recursos naturais.

No caso, os quarenta agricultores foram beneficiários do projeto Quintais Amazônicos, apoiado financeiramente pelo BNDES através do Fundo Amazônia. Juntamente com os agricultores de Itapuã do Oeste e Machadinho D`Oeste tornaram-se protagonistas da primeira ação deste tipo de pagamento já realizada em Rondônia.

Participaram da solenidade de entrega, dentre outras autoridades do município o prefeito Pedro Marcelo Fernandes Pereira, o representante dos agricultores no ato, presidente do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cujubim, Sr. Adauto Paiva.

“O CES Rioterra está realizando o sonho de todos os agricultores. Temos lutado para que esse tipo de iniciativa seja permanente, através da criação de leis que permitam essa ação. Isso melhorará muito a condições para conservação por parte dos agricultores”, falou o Sr. Adauto Paiva

Os agricultores receberam esse pagamento por que recuperaram áreas alteradas/degradadas com emprego de sistemas agroflorestais (SAFs), inscreveram-se no CAR, conduziram tratos culturais para manutenção dos SAFs e realizaram ações de conservação dos solos. Ou seja, deram passos para regularização ambiental de suas propriedades para que fiquem em conformidade com o atual Código Florestal.

Para o prefeito de Cujubim, Pedro Pereira, “esse é de fato um momento de celebração. Ficamos imensamente felizes por Cujubim participar de um projeto como este e desta data histórica em Rondônia. Estamos trabalhando para o desenvolvimento do município e parcerias sérias com a estabelecida com a Rioterra somam nessa caminhada. A prefeitura está de portas abertas para novos projetos e ações que valorizem a área rural e o setor produtivo”.

Para o coordenador administrativo do CES Rioterra, Sr. Frederico Bastos, “a presença de expressivo número de agricultores que atingiram os requisitos necessários à obtenção do pagamento é uma prova do comprometimento destes com as questões ambientais e da mudança de mentalidade dos agricultores. Eles sabem que sem água ou boas condições de solo não há pecuária ou agricultura e que no fim, os maiores prejudicados são eles mesmos”, comentou.

Essa iniciativa é importante porque diminui a pressão sobre a floresta com menores taxas de desmatamento, permite diversificar a produção e reutilizar áreas abandonadas, dando novas funções à espaços improdutivos.

Amanhã, 18 de janeiro, acontecerá o fechamento das atividades,  com o pagamento por serviços ambientais aos agricultores familiares de Machadinho D’Oeste, no Centro Cultural.