Quintais Amazônicos

Sobre o Projeto

O projeto Quintais Amazônicos foi executado de 2013 a 2018, nos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho d’Oeste/RO objetivando realizar a recuperação de áreas alteradas/degradadas em reservas legais e áreas de preservação permanente em propriedades de agricultura familiar.

 

Nós utilizamos os Sistemas Agro-florestais/SAFs como forma de gerar renda alternativa e a partir de arranjos produtivos com elevado potencial para fixação de carbono contribuímos com a estabilidade dos sistemas ambientais.  O Quintais foi o primeiro projeto do terceiro setor em Rondônia a ser apoiado financeiramente pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social/BNDES através do Fundo Amazônia.

 

Importância

Devido aos serviços ambientais que presta, a Floresta Amazônica possui grande importância para o equilíbrio climático mundial. Como forma de contribuir no combate às mudanças climáticas de origem antrópica o Centro de Estudos Rioterra desenvolve projetos voltadas para o uso racional de espaços já alterados como forma de evitar avanços sobre a floresta. Projetos como o Semeando Sustentabilidade possibilitam não apenas diversificar renda, mas fixar carbono, através da recuperação de áreas com sistemas agroflorestais (mais indicados para a região) e fortalecer o capital social local para realização de uma agricultura de baixo carbono. Sem educação para o uso adequado dos ambientes, nunca teremos de fato, sustentabilidade. Com essas ações evitamos novos desmatamentos.

Objetivos

Realizar a recuperação de áreas alteradas/degradadas em reservas legais e áreas de preservação permanente utilizando Sistemas Agroflorestais/SAFs como forma de gerar renda alternativa a partir de arranjos produtivos com elevado potencial para fixação de carbono à agricultores familiares para contribuir com a estabilidade dos sistemas ambientais (diminuição das emissões de carbono, aumento do seqüestro nos solos e vegetação, manutenção e/ou melhoria da ciclagem de água, ciclagem de nutrientes, conservação de biodiversidade e integridade de bacias).

Resultados

Apoio à conservação da biodiversidade amazônica através da recuperação de 91 hectares de áreas abandonadas reutilizadas para produção através de sistemas agroflorestais

Laboratório de Meio Físico da Universidade Federal de Rondônia estruturado e possibilitando o desenvolvimento de pesquisas a jovens universitários

370 pessoas capacitadas entre 2013 e 2016

Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste ampliado, com estrutura modernizada e implantação de uma biofábrica, apto a produzir mais de um milhão de mudas por ano.

Mais de 380.000 mil mudas de espécies frutíferas e florestais produzidas e doadas gratuitamente aos agricultores familiares da região.

Apoio para o fortalecimento da sociedade civil organizada através da assessoria para gestão de 10 associações rurais.

200 famílias atendidas por trabalhos de assistência técnica e extensão rural.

Apoio às as políticas públicas de conservação através do Cadastramento Ambiental Rural/CAR de aproximadamente 500 propriedades da agricultura familiar

Ampliação de eventos e espaços para disseminação de conhecimentos e troca de saberes através da realização de eventos de mobilização social, seminários, dias de campo e intercâmbios

Geração de 80 empregos diretos.