FUTUROS TÉCNICOS FLORESTAIS VISITAM O PROJETO “QUINTAIS AMAZÔNICOS”

ADSC00082lunos do curso técnico em “Floresta” do Instituto Federal do Amazonas – IFAM, Campus de Humaitá, conheceram no dia 23 de junho, as ações do Projeto “Quintais Amazônicos” cujo objetivo é realizar a recuperação de áreas alteradas em reservas legais e áreas de preservação permanente em propriedades da agricultura familiar utilizando Sistemas Agroflorestais/SAFs.

A visita teve início na “Trilha da Pedra Grande”, área utilizada para trabalhos de educação ambiental localizada na Floresta Nacional do Jamari, unidade de conservação federal gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade/ICMBio, parceiro do projeto. Durante o percurso foi discutido o método de marcação de árvores para a coleta de sementes, além de explicações sobre as características do solo e da formação florestal.

Em seguida, os alunos visitaram o Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste, onde aprenderam sobre a dinâmica de funcionamento de produção de mudas, desde a recepção das sementes, diferentes métodos de germinação, desenvolvimento e crescimento inicial de plantas até a etapa de rustificação e doação das mudas aos agricultores familiares.

Na última parte da visita, foram a uma propriedade rural onde um sistema de recuperação foi instalado em área de preservação permanente, no ano de 2010. Lá, conversaram sobre os métodos utilizados na recuperação, utilização de indicadores para monitorar o desenvolvimento das áreas recuperadas, serviços ambientais, importância da agricultura familiar nos processos de conservação da floresta amazônica e políticas ligadas ao tema.

DSC00071

“Essa é uma opção para geração e diversificação de renda a partir de arranjos produtivos com elevado potencial para fixação de carbono para os agricultores familiares. Esses arranjos contribuem para estabilidade dos sistemas ambientais, pois entre outros benefícios, contribuem para a ciclagem de nutrientes no solo e funcionam como corredor ecológico” comentou Alexandre Queiroz, biólogo, CES Rioterra.

O projeto Quintais Amazônicos é apoiado financeiramente pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social/BNDES através do Fundo Amazônia.