MAIS CHAMAS PARA O AQUECIMENTO GLOBAL

O Ceará ardeu em chamas por mais de 30 dias, com mais de 200 ataques a bens públicos e privados, em 55 cidades. O estado viveu entre a crueldade das facções criminosas e a guerra política entre governador e presidente, que pareciam ainda estar em campanha.

No caminho, na pequena cidadezinha de Icapuí estava a estação ambiental do projeto “De Olho Na Água”, referência em estudo de recursos hídricos, clima e manejo sustentável, mantida pela Fundação Brasil Cidadão (http://brasilcidadao.web1313.kinghost.net/).

A sede guardava pesquisas de imenso valor ambiental sobre água, fauna e a flora do sertão litorâneo cearense e amanheceu reduzida às cinzas, com pichações da facção carioca Comando Vermelho, indicando a autoria do crime. Por sorte, os ventos da região estavam no sentido contrário a uma criação com milhões de abelhas da espécie Jandaíra, que figuram na lista de animais ameaçados de extinção.

Mesmo diante da barbárie que foi a perda deste espaço, os membros da fundação não se desmotivaram. Graças ao espírito de luta e com base na solidariedade, característica inerente ao povo brasileiro, trataram de levantar e bater a poeira para reerguer o que os bandidos destruíram. Criaram uma campanha para doação através da internet no site https://benfeitoria.com/estacaoambiental .

No endereço você pode conhecer mais sobre o trabalho da Fundação, seus projetos e claro, ajudar a reconstruir a estação ambiental. Por lá passaram crianças, adolescentes e jovens, muitos deles, filhos de pessoas da comunidade local que sem a estação, jamais teriam as oportunidades levadas através deste espaço.

Caso um dia tivessem visitado a estação, os bandidos que a incendiaram com certeza não o fariam, pois entenderiam a beleza e as transformações que o projeto “De Olho n’Água”e a Fundação Brasil Cidadão proporcionaram e, com certeza, proporcionarão às pessoas do Ceará.

Quer fazer um bom investimento? Visite a página da campanha e doe:  https://benfeitoria.com/estacaoambiental