PROJETO SEMEANDO SUSTENTABILIDADE ENSINA AGRICULTORES DE ITAPUÃ DO OESTE COMO PRODUZIR EM ÁREAS DEGRADADAS

Cerca de 20 agricultores aprendem a transformar áreas degradadas em espaços produtivos.

O curso “Quintais Produtivos”, realizado em Itapuã do Oeste, nos dias 30 de 31 de outubro, teve adesão principalmente de mulheres e jovens rurais que aprenderam como diversificar a produção garantindo segurança alimentar e alternativas de renda. Além dos conhecimentos adquiridos, os agricultores participantes do curso têm acesso a doação de mudas florestais, frutíferas e medicinais pelo Viveiro Municipal de Itapuã do Oeste.

No primeiro momento foi realizada a oficina sobre planejamento produtivo, onde os participantes apresentaram modelos de quintais produtivos criados por eles em suas propriedades. Segundo a extensionista Raquel Felberg  “a troca de experiência serviu para compreender as práticas já aplicadas e para contextualizar as novas técnicas apresentadas durante o curso”, diz. 

Durante o curso foram dadas orientações importantes para os produtores, como às questões do Código Florestal, no diz respeito a mata ciliar e reserva legal da propriedade. “A recomendação é que os quintais produtivos possam servir de coberturas vegetativas à regularização ambiental da propriedade, conciliando com a geração de fontes de alimentação e de renda para essas famílias”, afirma a extensionista.

No curso também foram ensinadas técnicas que podem aumentar a produtividade como a propagação vegetativa, a exemplo da estaquia e alporquia (métodos de reprodução de plantas) utilizadas para disseminação de espécies frutíferas. Sobre a nutrição de solo e plantas foram apresentados como obter fontes naturais, a exemplo da compostagem e dos biofertilizantes.

O curso sobre quintais produtivos foi promovido pelo Centro de Estudos Rioterra, através do projeto “Semeando Sustentabilidade”, patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental.